Connect with us

Não Roubar não se aplica apenas no campo material.

Desenho Animado

Não Roubar não se aplica apenas no campo material.

Muitas vezes, quando pensamos neste mandamento de Deus, logo já imaginamos que não furtar é apenas não roubar bens materiais.
Entretanto, roubar é quando você tira sem autorização algo que pertence a outra pessoa. Por isso, não são apenas coisas físicas e com valor comercial que são tiradas de nós nas nossas relações cotidianas. Quem nunca perdeu a paz, a alegria e até mesmo a motivação diante de pessoas negativas? Pois é, o nosso humor e espírito também podem causar perdas nos outros indivíduos. Por esse motivo, temos que nos apegar ao Pai para que Ele, além de nos proteger dos ladrões, também não permita que nós nos tornemos sugadores da energia alheia.

Diferença entre roubo e furto

A diferença entre roubo e furto está no modo como cada um desses atos ilícitos são praticados.
O furto é caracterizado por não haver episódio de violência ou ameaça contra a vítima. Já o roubo consiste na ocorrência de ameaça ou violência contra quem está sendo roubado.

Ambos são crimes previsto no Código Penal Brasileiro e consistem no ato de subtrair um bem móvel de outra pessoa contra a vontade desta. A diferença entre roubo e furto está no modo como cada uma dessas ações é praticada.

O roubo (artigo 157 CP), como dito, se caracteriza quando há episódio de violência ou ameaça contra a vítima. O furto (artigo 155 CP), por outro lado, é feito às escondidas, ou seja, o criminoso não aborda diretamente a vítima, não ocorrendo ameaça ou violência contra esta.

O Roubo:

A pena para este crime pode variar entre 4 (quatro) a 10 (dez) anos de reclusão, mais o pagamento de multa. A penalização pode ser agravada de 1/3 (um terço) até a metade se o roubo for feito mediante:

  1. uso de arma;
  2. participação de duas ou mais pessoas na execução do crime;
  3. se a vítima estiver em serviço de transporte de valores e o criminoso tiver o conhecimento disso;
  4. subtração de veículo automotor que venha a ser transportado para outro estado ou país;
  5. manter a vítima como refém, restringindo a sua liberdade.

Quando o roubo é seguido de violência corporal grave da vítima por parte do agente criminoso, a penalização para este pode variar entre 7 (sete) e 15 (quinze) anos de reclusão, mais multa.
Em casos de latrocínio, ou seja, crime seguido da morte da vítima, a pena prevista varia entre os 20 (vinte) e 30 (trinta) anos de prisão.

Alguns dos principais sinônimos de roubo são: assalto; rapinagem; desfalque; usurpação; ladroeira; assalto; ladroagem; e afano.
O assalto é considerado um sinônimo de roubo e não um outro tipo de crime.

 

Comentários

Mais em Desenho Animado

Advertisement

Você também vai Gostar!

Advertisement
Subir